“Não te quero mais” – sinais de que o fim chegou


Sim, relacionamentos acabam, como tudo na vida. Mas as vezes, é difícil pra nós, pobres mortais, aceitar o fim. Ficamos arrumando as desculpas mais esfarrapadas pra continuar naquilo, achando que “vai passar”, que é “só uma fase ruim”.

Certo, o amor é cego. E por mais que saiba que amor acabou, sempre fica aquele medo de fazer besteira e perder a pessoa pra sempre. Nessas horas, as vezes é preciso um bom amigo pra te abrir os olhos. E na falta dele, a gente te dá uma forcinha.

SINAIS DE QUE O FIM CHEGOU

–        Quando você perceber que coisas que fazia pelo outro, agora parecem difíceis demais ou trabalhosas demais. Como acordar mais cedo pra preparar a marmita dela ou ir no aniversário de 90 anos da avó.

–        Quando o sexo passa a ser obrigação. Vocês nao transaram o fim de semana inteiro e, domingo a noite, bate aquela obrigação. O sexo vai ficando mais rápido, menos intenso e mais mecânico. Depois disso, um vai assistir Fantástico e o outro vira pro lado e dorme.

–        Quando o brilho no olho acaba. De repente, você passou a semana toda sem ver o outro e quando chega a hora percebe que ele nao brilha mais tanto quanto costumava brilhar. Talvez seu cabelo esteja muito sem corte e ele tenha insistido em usar aquela calça que você odeia.

–        Quando os beijos na boca passam a ser raros. Os beijos calorosos e tesônicos se vão, deixando lugar apenas pros “selinhos” – aqueles iguais aos que as mães dão nos filhos.

–        Quando as brigas sem razão começam a ser frequentes. Vocês brigam pela roupa deixada na cama, por não concordarem em qual restaurante vão comer ou por terem opiniões diferentes  sobre a cor do novo sofá da sala.

–        Quando começamos culpar o outro pelo nosso sofrimento. Sim, a culpa foi dele pelo o seu carro ter ficado sem gasolina na Marginal. E ela foi culpada por você ter perdido o jogo do Corinthians, já que enrolou muito pra terminar as compras no supermercado.

–        Quando as pessoas no trabalho, na rua ou até no trânsito de repente parecem muito mais bonitas e interessantes.

–        Quando a intimidade ultrapassa o nível saudável. De repente, vocês começam a fazer as necessidades de porta aberta, já nao se preocupam mais com depilação e nem com a cueca furada.

–        Quando vocês perdem a vontade de dormir abraçados. Dormir junto é uma das melhores coisas que já inventaram pra recarregar energia. Preferir dormir abraçado com o travesseiro do que com ele é um péssimo sinal.

–        Quando você fica com vontade de sair sem a outra pessoa. De repente aquele bar ia ficar mais animado se ele nao fosse, ou aquela viagem ia ser mais divertida sem ninguém pra pegar no pé.

–        Quando a confiança acaba. De repente, você começa a sentir que ele está dando bola pra vizinha de cima, pra frentista do posto, pra recepcionista da empresa, pra caixa do supermercado e pra gerente do banco.

 

Se você se reconheceu em pelo menos 3 dos tópicos acima, é hora de sacodir a poeira e assumir que o fim chegou. Há milhões de outras pessoas no mundo querendo conhecer gente legal. E acredite, ninguém é insubstituível: você vai se apaixonar de novo, vai amar de novo e vai conhecer mais pessoas que valham a pena. E muito provavelmente vai ter que enfrentar outros “fins”. O que não dá pra esquecer é que a vida é por um triz e a hora de ser feliz é agora. Vai que tudo acaba mesmo em 2012…

Anúncios

O que os homens querem DE VERDADE no sexo



Fizemos uma pesquisa anônima com os homens sobre o que eles realmente querem no sexo. E o resultado, você confere agora.

 

Os segredos do boquete – pequeno manual


Se você quer fazer um homem feliz na cama, aprenda a fazer um boquete gostoso. O sexo nunca vai estar completo para ele se o boquete for meia-boca, literalmente. E por mais que saibamos que homens são muito mais simples, fazer um deles ir aos céus apenas usando o seu kit mão+boca+ língua exige habilidade e treinamento.

Publicamos há algumas semanas, parte de uma pesquisa em que os homens responderam como gostavam de ser chupados. Mas esse post é diferente, porque afinal, nós mulheres sabemos muito mais o que estamos fazendo do que eles, que apenas sentem.

O post será dividido em umas regras básicas gerais e em algumas técnicas que você deve alternar durante o processo.

REGRAS ESSENCIAIS


–         Homens são mais simples e não precisam de tantas “pré-preliminares”. Dê uma aquecida antes, uns beijos, fale umas safadezas no ouvido dele e desça para o ponto estratégico

–       Não tenha pressa. Chupe com vontade e curta o processo. Tire da cabeça que tem que fazê-lo gozar.

–        Tente imaginar sua boca sempre como sendo um lugar muito molhado, quentinho e aconchegante para o pau dele. Trate ele com carinho.

–        Tenha certeza de ter bastante saliva na boca durante todo o processo. Isso mesmo, deixe os bons modos de lado: essa é a hora de babar.


–        É preciso variar os movimentos, a pressão e a velocidade. Comece mais devagar e aumente o ritmo quando o tesão dele estiver subindo.

–   Cuidado com os dentes. Uma dica para evitar riscos, é fazer tipo “boca de velha”: cubra os seus dentes com os lábios e continue usando a língua. Os movimentos mais rápidos, exigem mais cuidados – use a língua para proteger os dentes  de baixo e deixe um espacinho entre o pau dele e os seus dentes de cima.

–        Deixe o nojinho de lado ou nem comece. Tem que mostrar que está maluca de vontade dele, que está chupando o pau dele como se fosse o último da Terra. Homens adoram isso.

–     Olhe nos olhos dele de vez enquando e faça cara de safada.

–        Enquanto o chupa, não se esqueça de usar uma mão para pegar nas bolas dele, mas com suavidade, se não quiser que ele broche na hora.

–        Segure o pau dele com firmeza e nao com mão mole. Mostre que sabe o que está fazendo.

–        A grande maioria dos homens adora gozar na boca na mulher, e adora mais ainda se ela engolir, mas isso vai ser sempre uma escolha sua. Sexo oral também é forma de transmissão de doenças, é sempre bom lembrar.

TÉCNICAS PARA MARCAR O GOL


–        Comece com as bolas. Alguns homens preferem só umas lambidas, outros preferem que as coloque na boca. O importante é sem sempre muito suave.

–        Dê uma atenção especial à cabeça do pau dele – essa é a parte que eles sentem mais prazer. Puxe a pele e passe a língua, os lábios, faça movimentos circulares, dê uma sugadinha.

–        Vá descendo ao mesmo tempo em que faz movimentos com a língua em todo o pau dele. Desça até o final, até o  máximo que conseguir. Fique assim por um segundos e ao mesmo tempo tente sugar a cabeça o pau dele com a sua garganta.

–        Segure o pau de dele com a mão e desça a pele para deixar a cabeça descoberta. Faça movimentos como se estivesse mesmo “mamando” enquanto segura a base do pau dele.

–         Faça um “vácuo”: coloque ele todo na boca e sele a haste com os lábios, tirando o ar. Quando puxar sua cabeça pra trás, o vácuo é criado.

–        Com o dito cujo na mão, segurando firme mas sem espremer o coitado, vá subindo de descendo simultaneamente com a boca e com a mão, não se esquecendo de continuar fazendo carinho com a língua.

Deixe sua cabeça parada e peça pra ele “meter” o pau em sua boca. Essa é uma boa estratégia para descansar um pouco. Só é preciso extra cuidado com os dentes nessa hora.


–        Deep throat, ou o famoso garganta profunda: essa é pra deixar ele apaixonado, mas exige habilidade. Vá descendo até a base do pau dele e quando o enconstar na garganta, tente abri-la como se tivesse engolindo alguma coisa e o engula. O momento em que o pau passa a barreira e entra na  garganta é extremamente gostoso para eles. Movimentos de vai e vem são para as PhD em boquete e se forçar pode acabar vomitando, então cuidado ao tentar impressionar. Uma posição que facilita a entrada – por questões de anatomia – é o famoso 69.

–        Dê uma paradinha no  meio do processo e bata uma pra ele – enquanto isso, olhe nos seus olhos  e se divirta vendo a cara dele de tesão. Depois, volte para a boca.

–        Deixe só a cabeça do pau dele na sua boca e bata para ele com as mãos.

–        Quando perceber que ele vai gozar, acelere mais e não interrompa. Uma dica que o gozo está próximo é quando sente umas gotinhas de líquido transparente saindo do buraquinho.

–        Não deixe ele terminar com a mão – ir até o fim é um diferencial entre um boquete gostoso e um sensacional. Escolha onde vai deixar ele gozar e se prepare para ouvir os agradecimentos.

Como fazer um bom boquete – Manual CSV para mulheres


Sexo Anal Sem Complicação – pequeno manual


“Com gel e jeito não tem buraco estreito”. Será mesmo?

Muitos tabus rondam a questão do sexo anal. Alguns são fissurados pela prática. Pra outros, é difícil entender porque raios alguém pode gostar de enfiar o dito cujo em um buraco que foi feito exclusivamente para eliminar excrementos não necessários ao nosso corpo.

O fato é que o cu é uma parte valiosa do corpo que aprendemos a tirar proveito no sexo. Homens tem fascinaçnao por ele – inclusive os gays, que se divertem muito com o lado B.  Algumas mulheres também. A grande diferença é que os homens possuem a tal da “próstata”, que quando estimulada, dá muito prazer. As mulheres não – o que prova que o prazer vem única e exclusivamente do psicológico.

Tenho percebido que ultimamente, o interesse das mulheres por essa prática tem aumentado. Talvez por pressão masculina. Talvez por curiosidade. E, por sinal, acho justo também que os homens que se acham no direito de pressionar, testem antes pra ver do que se trata. Pimenta nos cu olhos dos outros é refresco – se você não aguenta um fio terra, pense bem na hora de pedir algo do tipo para a sua mulher.

O fato é que, só se pode dizer se gosta ou não quando experimentar. E se você está afim, aí vão algumas dicas pra facilitar o processo (e deixá-lo um pouco menos doloroso). E lembre-se: tenha sempre lubrificante e camisinha em mãos.

PARA ELAS

Esqueça os filmes pornôs, onde as mulheres dão o cu como se fosse algo muito natural. Não, não é. E você não tem problemas sexuais por não se atrair muito por essa prática.

–        Se você fica encanada com uma possível eliminação de excrementos na hora H, tente ir ao banheiro antes para deixar o caminho livre. Algumas pessoas tomam laxante. Outras fazem duchas. Eu sugiro tentar pelo método orgânico.

–        É preciso que você esteja com muito tesão. Mas muito mesmo. Naquele nível em que já fizeram de tudo e o fogo ainda nao foi embora.

–        Antes de se aventurar com o pau do seu parceiro, treine primeiro com dedos. Peça pra ele colocar um dedo quando estiver te chupando (cheque as unhas dele!). Quando estiver mais relaxada, deixe ele colocar mais fundo. Dê um tempo para o ânus perceber que terá que fazer o movimento oposto daquele que têm feito a vida toda.

–         Uma das posições ideais para iniciantes, é ela deitada de bruços na cama, só com um travesseiro embaixo do quadril pra levantar um pouquinho. De ladinho também é recomendada. Só mude para uma posição mais elaborada quando já  tiver muito confortável nas primeiras.

–        Segure o instrumento do menino na mão e o direcione para o buraco mágico. Quando estiver na posição certa, peça para ele ir colocando devagarzinho.

–         No começo, vai doer. Mas tudo pode ser controlado se você parar de mentalizar a dor. Pense em coisas safadas, coisas que te dêem tesao. É fato que o primeiro reflexo do nosso corpo é gritar para ele sair de você imediatamente, mas se você quer mesmo experimentar, vai ter que suportar por um tempinho essa dor inicial para aprender a transformá-la em prazer.

–        Se não estiver gostando, sempre pode pedir para ele parar.

–        Dar o cu exige inspiração. Se você nao está inspirada no dia, nao faça só porque ele pediu. Cu nao é pra ser dado como presente. Você dá quando bem entender. Sem pressão.

PARA ELES


–        Tenha paciência na hora de propor essa prática. Muitas mulheres já tiveram experiências traumáticas, ou pelo menos já ouviram histórias bizarras a respeito. Seja cuidadoso e carinhoso.

–        É preciso habilidade para executar a prática com maestria. Crie um clima antes e a deixe com muito tesão. Assim suas chances serao muito maiores.

–        Se você tem nojinho do bombom que pode eventualmente sair no meio do processo, nem “se meta” nessa. A etiqueta diz: se viu ou sentiu alguma coisa, ignore e continue como se nada tivesse acontecido.

–         Enquando a penetra , faça o favor de continuar estimulando a mulher pra ela abstrair um pouco da dor e continuar sentindo tesão. Beije as costas dela, pescoço, pegue nos seios, masturbe. Se vire nos trinta.

–        Se ela pedir pra parar, PARE. Ou vai corer o risco de nunca mais ter acesso à area dos fundos.

.

.

Sempre é bom lembrar que sexo anal traz riscos a saúde. É a principal forma de transmissão de HIV entre outras coisas. Não vou listar todos os riscos aqui porque O Papo de Homem publicou um texto muito bom e completo sobre o tema. Para ler, clique aqui.

O blog A Vida Secreta também tem um post muito interessante sobre o assunto. Clique para ler.

O Casal Sem Vergonha tem também um vídeo sobre o assunto. Vale a pena conferir.

 

“Tudo é só isso” – Casal Sem Vergonha Recomenda


A primeira vez que li uma crônica da Milly Lacombe foi na página final de uma revista TPM em um consultório médico qualquer. Me apaixonei instantaneamente. Anotei o nome e chegando em casa tratei de ler todos os outros contos já arquivados no site da revista. Não me dando por satisfeita, descobri que a autora tinha um livro publicado com uma coletânea de seus textos. Comprei e li em um dia só.

Milly Lacombe encanta ao falar de fatos cotidianos da vida com tanta magia. Ela faz com que um jogo de futebol, um almoço em família, os jornais com café nas manhãs de domingo, a cama dividida com a amada, pareçam muito mais mágicos do que nosso olhos poderiam enxergar.  Ela mostra que o cotiano pode ser extraordinário quando se quer ver. Milly emociona, toca, faz arrepiar os pelos da nuca. Você precisa conhecer.

Se também se apaixonar e quiser parabenizar a autora, ela tem twitter.

Para saber mais, leia sua coluna no site da Revista TPM.

Links da Semana – Casal Sem Vergonha Recomenda


Blog Pergunte ao Urso// @pergunteaourso

Blog Minhas Confissões mais íntimas

Blog A Vida Secreta @avidasecreta

Papo de Homem //@papodehomem

Blog Hypeness @hypeness_combr

Por Tati Bernardi @tati_bernardi

Blog Zupi // @zupi (via @beatrizfazolo)

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: