“Traidores” – o novo programa da Discovery Home & Health

A palavra “traição” muito provavelmente te traz algumas memórias da vida. Isso acontece, porque, seja você homem, mulher, homossexual, heterossexual, se ainda não passou, vai passar pelos traumas desse fenômeno –  como vítima ou vilão. Histórias de doer o estômago, como as que  Renata e Zander relatam no vídeo, não são difíceis de se ouvir por aí – algo do tipo pode ter acontecido com você ou com aquele amigo próximo.

Há quem diga que nossa natureza não é monogâmica e que não adianta lutar contra isso. Será mesmo? Conseguiremos algum dia lutar contra essa realidade? De quem é a culpa? Existem tipos diferentes de traição? Quem trai mais homens ou mulheres? Pra entender e refletir sobre essas questões, a Discovery Home & Health lança nessa terça-feira o programa “Traidores”. A cada episódio o público conhece a história de dois casais que traíram, de diferentes formas, cada uma com um final diferente. Vale a pena assistir.

Traidores, estreia 7 de junho. Toda terça-feira, às 22h, na Discovery Home & Health.

Para saber mais:

Fan Page Discovery Mulher no Facebook

Twitter Discovery Mulher

Anúncios

5 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Marco Carvalho
    jun 07, 2011 @ 17:27:45

    Acho que a reflexão que devemos fazer é por que através do tempo nós assimilamos que se o outro transa com outrem ele não nos ama mais.

    Porque nós achamos isso?

    Nós representamos o compromisso que temos com a outra pessoa através da exclusividade sexual.

    Vamos comparar com outras coisas:

    Ter um novo amigo não diminui a amizade que temos pelos amigos antigos. Quando arranjamos uma namorada, nosso amor pelos nossos pais não diminui por causa de um novo amor.

    Por mais que gostemos de macarronada, se tivermos que comer macarronada todos os dias vamos enjoar, não vamos?

    O fato é que o modelo atual de relacionameno afetivo é dado como sagrado e acima de qualquer tipo de questionamento. Impedindo que nos permitamos a pensar que transar com outras pessoas não necessariamente pressupoem traição.

    Para mim traição é falar uma coisa e fazer outra. Nos relacionamentos aquilo que não é combinado não pode ser considerado traição. Afinal, quando as pessoas chegam e combinam: “Olha amor, eu não quero que você transe com outras pessoas, pois isso me dirá que você não me ama mais e vai me deixar”. Qual casal faz isso?

    Nenhum! Todos partem do pressuposto e do culturalmente aceito, mas ninguém questiona se é isso mesmo que querem para suas vidas.

    Para aqueles que se sentem infelizes com os relacionamentos que tiveram até então fica a dica: Se não está dando certo talvez você tenha que fazer diferente. Talvez este modelo não é o ideal para você.

    Abrax!

    Resposta

  2. Ju Lemos
    jun 07, 2011 @ 18:49:08

    Poxa vida… pena que não tenho esse canal em casa, mas será que rola assistir no youtube? Achei super bacana…

    Resposta

  3. Wilson
    jun 08, 2011 @ 23:47:10

    A traição é um remédio amargo para qualquer relação que esteja se enfraquecendo. Se o casal ainda assim querem ficar juntos, mas a rotina acabou fazendo que os dois se desinteressassem somente pelo sexo, porque não fazerem uma aventura juntos, a três ou com outro casal. Sob olhar de ambos, sabendo que aqueles momentos de prazer e tesão é somente casual, onde estaria a traição ? Lógico que com muito cuidado e sem exagero, acredito que isso apimentaria qualquer relação.

    Resposta

  4. Trackback: Traição Sexual x Traição Emocional « Casal Sem Vergonha
  5. Rafa
    jun 30, 2011 @ 20:45:37

    Eu tava conversando com um amigo meu ontem de madrugada sobre isso…
    Eu já traí (e não só uma vez), mas nunca (descobri que) fui traída. Mas nunca me orgulhei disso, e hoje dificilmente faria de novo (embora esteja solteira e tal..).

    Mas numa coisa nós chegamos, ontem, à conclusão: Você trai quando vai procurar em outra pessoa algo que está faltando na pessoa com quem você está.
    Todo mundo tem defeitos, falhas, excessos… um relacionamento é você aceitar isso, aceitar a pessoa como ela é. À partir do momento que não se consegue isso, é porque não é mais um relacionamento, não há mais confiança, certeza… começa a ser algo cômodo, e até doentio. É bem complicado :/

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: