Pelos Direitos dos Pneuzinhos – uma crítica à ditadura da beleza

Coisa chata essa de todo mundo ter que ser igual. Como se já não bastassemos termos que nos adaptar aos infinitos padrões culturais e sociais que nos são empurrados guela abaixo, ainda temos que adaptar nosso corpicho a um padrão estabelecido pela mídia e pela sociedade.

Na Grécia Antiga, as Deusas eram sempre cheinhas, com curvinhas cheias de charme. E essa regra durou bastante: até uns 30 anos atrás, esse era o padrão estético perseguidos pelos ícones de beleza – até porque, aqueles quilinho a mais, eram considerados sinal de fartura – basta olharmos as divinas curvinhas de Marlyin Monroe. Regime são uma tendência de uns anos pra cá. E pouca gente escapa da regra – porque pra você caber num manequim 36 comendo igual a um ser humano normal, tem que ter uma predisposição genética. E os 90% da população que não a tem, se lascou.

E como se não bastasse o peso, hoje temos também que nos adaptar a um monte de outras coisas que todo mundo tem que ter: peito grande e duro, bunda empinada, nenhum pneu com reserva de gordura pra situações emergenciais (já pensou se a Gisele Bundchen se perde num deserto? A reserva de gordura dela não dá pra 24h), cabelo liso, unhas sempre pintadas, entre outros.

É por isso que abrir uma revista com ensaios sensuais hoje é muito menos emocionante – todo mundo é igual e, se não for, o Santo Photoshop dá um jeitinho. O site Hypeness fez essa semana um post com uma coleção de fotografias femininas dos anos 50 e 60 – tudo muito mais bonito, mais sexy, mais natural.

Agora queremos ouvir de vocês: preferem o padrão de beleza dos anos 50 e 60 mostrados no post ou acham tudo mais bonito agora? Deixe sua opinião nos comentários!

Anúncios

41 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Nathi
    jun 22, 2011 @ 17:21:49

    Gordinha é mas legal!!!

    Resposta

  2. Paulo
    jun 22, 2011 @ 17:24:41

    Sinceramente, adoro as cheinhas…

    Resposta

  3. Fabrízio Paes
    jun 22, 2011 @ 17:30:04

    Modelos e mulheres magrelas são TRASH. Quem gosta de palito? Gosta de pegar em quê, em osso? Eu particularmente não sou fã das gorduchas (tem muito a ver com a questão de se cuidar, e também é uma questão de resistência física), mas UNS quilinhos a mais são bem-aceitos… e só pra lembrar, para as não-tão-recheadas no colo, também aumentam os seios!

    Resposta

  4. Carol
    jun 22, 2011 @ 17:48:58

    Adorei o post!!! Mas concordo com o que o Fabrízio disse! A fase de mulheres magrelas passou! Aliás, eu tenho pra mim que na verdade ela nunca existiu realmente.. foi algo imposto pela mídia e que não colou mto, pelo menos entre a vontade masculina… o que quero dizer é exatamente o que ele disse no comentario acima: algum dia os homens gostaram de mulheres magrelas? A mídia impôs e as mulheres acharam que aquilo que era o certo… como tudo que nos é imposto: cabelos, unhas, roupas… os homens se importam com isso até que ponto? a grande verdade é que a gente acaba seguindo isso para nos mostrarmos pras outras mulheres! E isso é muito triste!
    Digo isso pq sou e sempre fui magrela e nunca fui feliz com isso! Hoje eu aprendi a me aceitar, mas quando era adolescente, não achava roupa que servia em mim: uma calça que servia na cintura ficava curta, a que servia no cumprimento ficava larga e por aí vai! Sem contar as inúmeras piadinhas!
    Agora, pior do que td isso é a fase atual que estamos de mulheres e homens turbinados e totalmente artificiais!!! Sou totalmente a favor de uma ditadura em que ninguém pudesse se esconder atrás daquilo que não fosse realmente você! Viva a natureza e a diversidade!!

    Resposta

  5. Carina
    jun 22, 2011 @ 17:49:25

    Oi, Casal!

    Acho que o padrão de beleza dos anos 60 era realmente mais natural. Não me parece impossível parecer ‘em forma’ como Marlyin Monroe ou Elizabeth Taylor . No entanto, ‘padrão de beleza’ sempre me remete a um status… será que as mulheres ‘comuns’ da época se ‘pareciam’ com essas divas do cinema? Ou também as perseguiam como ‘ideal de beleza’?

    Acho que a ditadura de ‘beleza’ que vivemos não acrescenta em nada, nos apresentando nas revistas mulheres iguais e perfeitas. Ninguém normal é assim. De qualquer maneira, acho que todo mundo deve se cuidar, dentro da lógica que seu próprio corpo obedece. Se vestir de acordo, por exemplo. Saber valorizar seus pontos fortes… porque todo mundo tem um. Por aí vai…

    Resposta

  6. Penelope
    jun 22, 2011 @ 17:55:29

    Concordo com vocês, quem não tem ou nunca teve que atire a primeira pedra!

    Resposta

  7. Natália R
    jun 22, 2011 @ 19:33:23

    Adorei o post!

    Eu vivo isso hj em dia… Sou gordinha, e na minha cabeça eu acho que homem gosta de mulher magra, mais não é o tipo MAGRELA, e sim GOSTOSA, que tenha um coxão, bunda razoavel, peitos, e uma barriga lisinha, eu sou desse tipo, mais tenho o rosto cheinho, pneuzinhos, e pra mim eu so queria ser definda, ai sim os homens vão olhar pra mim.

    Eu até acredito msm, que homem gosta de ter aonde pegar, e acho que a grande questão e ter saúde e usar roupas que favorece as curvas, e os atributos.

    Resposta

  8. donluidi
    jun 22, 2011 @ 19:39:31

    Augusto Cury tem uma abordagem bem interessante sobre este tema tão complexo
    http://donluidi.wordpress.com/2010/06/30/a-ditadura-da-beleza/

    Resposta

  9. donluidi
    jun 22, 2011 @ 19:40:51

    Augusto Cury tem uma ótima abordagem a este respeito!!!
    http://donluidi.wordpress.com/2010/06/30/a-ditadura-da-beleza/

    Resposta

  10. Sofia
    jun 22, 2011 @ 19:58:34

    Com certeza seríamos mais felizes! Adoro comer!

    Resposta

  11. Larissa
    jun 22, 2011 @ 19:59:30

    A fase das magrelas passou porque agora a indústica da saúde está superando a indústria da beleza, ainda bem!
    Eu gosto dos padrões saudáveis, independente do tipo físico da pessoa, porque pode ser gordinho saudável e magrelo doente, e vice-versa.
    Cuidar-se envolve muito mais do que curvas, envolve pele, envolve respiração, condicionamento físico, não ingerir drogas (cigarro e cerveja é droga, pra quem se esconde atras das lícitas), alimentação saudável e por aí vai.
    Eu gosto da moda dos anos 50 e 60, mas os padrões saudáveis de hoje superam, ainda que nem sempre sejam de uma beleza para desfilar. Tudo natural é mais bonito.
    OBS: as pessoas obesas e mórbidas não são naturais, porque provavelmente tem um problema físico ou psicólogico pra isso. natural E saudável, por favor.

    Resposta

  12. Marina
    jun 22, 2011 @ 20:28:50

    Acho bonito ser exatamente como somos. Magrinhas, gordinhas, peito grande, pequeno, loiras, morenas, ruivas… sendo saudável e confiando em si mesma, qualquer mulher pode ser linda e sexy, mais até do que imaginamos.
    E photoshop disfarça as fotos, mas não muda nada na vida real; mulheres que acham que precisam disso são inseguras e jamais ficariam confortáveis com o próprio corpo… por mais “perfeitas” que fossem. Sou super a favor da beleza em qualquer tamanho. (:

    Resposta

  13. Cleverson
    jun 22, 2011 @ 21:05:53

    A revista Vogue Itália publicou este mês um ensaio fotográfico intitulado “Belle Vere”, lindíssimo! Felicidade, liberdade, verdade, singularidade e saúde são importantes! Nada de ditaduras!

    Resposta

  14. Perna Rodrigues
    jun 22, 2011 @ 21:10:05

    Só digo uma coisa… “Quem gosta de osso é cachorro”

    Resposta

  15. Gabriela
    jun 22, 2011 @ 21:43:26

    Nossa, eu tinha visto essas fotos essa semana e achei simplesmente lindas… essas mulheres são muito lindas… prefiro a naturalidade! Queria ver se não existissem tantos recursos hoje em dia… qnta baranga ia ter pelas ruas!

    Resposta

  16. Liza J.
    jun 22, 2011 @ 22:02:05

    Quero voltar por anos 50!
    quem vai comigo? =D

    Resposta

  17. vannybraga
    jun 22, 2011 @ 23:19:43

    Concordo com o Fabrízio diz mas acho esse conceito um tanto perigoso e malévolo… o que seria UNS quilinhos a mais???
    Porque para muitod homens, uma mulher normal, nem magra, nem gorda que pesa em torno de 65 a 70kg é “cheinha”… Até que ponto vai esse padrão também? Muitos homens dizem que querem mulheres “Cheinhas” mas quando rola um culote eles viram a cara…
    Acreditem… conheço muito bem essa história…
    Para Alguns homens eu sou gostosa, para outros eu sou “Cheinha” e para muitos eu sou gordona mesmo…
    O fato é que existe muita hipocrisia na nossa sociedade… e isso tão cedo não vai mudar!

    Resposta

  18. Livia Ferrari
    jun 22, 2011 @ 23:57:18

    Adorei o post, sensacional….
    Agora só uma obs particular minha, nao vi nenhuma mulher “cheinha” nas fotos postadas.

    Resposta

  19. Marina
    jun 23, 2011 @ 00:42:37

    O importante não é achar ESSE ou AQUELE padrão de beleza bonito, o importante é a mulher ser bonita com o corpo que ela tem, esquelético ou cheinho!!! Eu adoro as curvas das mulheres, mas adoro as magrinhas também (afinal, nasci com a tão odiada predisposição genética e não engordo nem por decreto). Bonita mesmo é uma mulher que aceita seu corpo!!

    Tomem cuidado pra não criticar muito as magrelas, o que tentam fazer hoje é a mulheres se aceitarem o corpo que tem e não ficarem neuróticas com o padrão de beleza atual, mas as vezes as pessoas acabam ofendendo tanto as meninas magrinhas, que a situação se inverte totalmente: fica ridículo ser magrela, sendo que é como a menina é. Exatamente o que fazem hoje com as gordinhas!

    Se é tão errado assim as críticas atuais as mulheres que não são gostosonas ou magrinhas (e é mesmo), não cometam os mesmos erros com as magrelas falando coisas do tipo “Já pensou se a Gisele Bundchen se perde num deserto? A reserva de gordura dela não dá pra 24h”.

    Bonitas são as diferenças!!!

    Resposta

  20. Rafaela
    jun 24, 2011 @ 00:21:54

    Acho que independente de Padões e épocas o que realmente vale e sentir-se bem consigo mesma, ser natural, se cuidar dentro do possível e ser feliz… a diversidade está ai p. isso gente… sempre existirão gostos diferentes…homens que gostam de gordinhas, das gostosonas e das magrelas tbm… então sejamos felizes a nossa maneira mulheradaaaa!!!

    Resposta

  21. marilisdutra
    jun 24, 2011 @ 03:15:26

    ola
    é a primeira vez que entro no blog de vc’s e adorei
    acho que cada mulher tem a sua própria beleza
    acho que temos que nos aceitar do geito que somos para sermos felizes…
    e cada é o que é…
    eu não sigo moda nenhuma gosto do de ter meu estilo próprio
    teve até uma epoca que vivia brigando com a balança me cuidando pra não engordar nem nada disso… hj não sou gorda e nem magrela acho que normal
    e sou feliz do geito que sou…

    Resposta

  22. Natália Oliveira
    jun 24, 2011 @ 06:59:03

    Ser magra ou gorda, é uma opção. É como colocar silicone, se está satisfeita com o que tem, não vai mexer em nada, mais se incomoda o fato de serem pequenos, vale super a pena colocar pra aumentar a auto estima, se vc não estiver bem com seu o seu corpo, mude pra que vc se sinta melhor, e não para agradar os outros.

    O mais importante disso tudo é ter saúde, e não ficar tão preocupada com corpo, se esta gorda de mais ou magra de mais, só mude se realmente incomoda, e não pq está na moda.

    Resposta

  23. Francieli
    jun 24, 2011 @ 07:20:55

    Ah, também tem um pouco do que a mídia faz, se torna uma exploração manter o corpo sempre em ordem, todos nos sabemos que não há corpo que se mantem perfeito sempre, mostrar o que é natural, não se deixa de ser gostosa por que tem um ou menos kilinhos que outra, que nem diz Christina Rocha, mulher é tudo gostosa, dependendo de idade ou tamanho! ^^

    Resposta

  24. Francieli
    jun 24, 2011 @ 07:23:41

    Quilinho, pensei outra coisa, ooor’

    Resposta

  25. Bia
    jun 24, 2011 @ 07:42:52

    A mulher e o homem deve ser eles mesmo, primeiramente se ACEITAR gordo/magro, e quando achar que esta acima do peso ou abaixo, nada melhor do que procurar um especialista.
    Ser magro ou gordo é uma discriminação cultural são impostas no meio em que vivemos a “mídia” determina que está nos padrões ou não, ou seja cultura nossa. Antigamente como foi citado era a mulher mais ” farta” era cultural, preferência.
    Mas, atualmente as pessoas estão na óptica da REEDUCACAO ALIMENTAR, tantos para magros ou gordos, invista na saúde, baixo colesterol, preocupe com isso, pois tem magros que o colesterol é lá em cimaa..

    Seja VOCÊ em qualquer lugar que estiver, pois caráter é o que vale!

    flw.

    Resposta

  26. Gaby
    jun 24, 2011 @ 18:30:44

    Bom, eu tenho um metro e setenta e cinco de altura, peso aproximadamente 63 quilos. O qual, não gosto. Sou magra, não magricela. Porem, é a minha genetica. Acho que essa fase de que o padrao de beleza da mulher é ser magra, já passou baby. Eu gostaria muito de ter uns quilinhos a mais. Nao acho bonito uma pessoa com pernas longas porem SOMENTE LONGAS e malhadas, só isso. Pelo contrario, coxa mais cheinha é lindo, batatas, etc. Deixem de lado tudo isso e sejam feliz ;)

    Resposta

  27. Brenda
    jun 25, 2011 @ 05:31:03

    Isso é uma coisa meio “delicada”, porque vocês tem que ver que assim como muitas gordinhas ‘sofrem’ por não serem magras, também existem muitas magrinhas que sofrem por não ter corpo.

    Eu acho o seguinte, não importa o tamanho da mulher, se é magrinha ou cheinha, desde que seja proporcional, tenha aquela forma bonitinha e tenha saúde.

    Tudo é questão de ponto de vista. Uma cinturinha fina é perfeito, assim como coxas grossas são de tirar o fôlego. Mulheres são diferentes mesmo umas das outras, é aí que tá a graça! Viva as diferenças, a beleza deixa de ser beleza no momento em que é padronizada.

    Resposta

  28. Nai
    jun 25, 2011 @ 19:57:10

    A grande realidade é: se você se olhar no espelho vai perceber que tem o corpo exatamente como os que aparecem nas fotos do post… Os nossos corpos não mudaram, enfim. O que mudou foi a exigência ridícula que fazem em torno deles…
    Sim, continuamos sendo mulheres brasileiras… ou seja, nosso biotipo (com raras exceções) não comporta tamanha magreza. Somos curvilineas, e justamente por isso consideradas as mulheres mais bonitas (leia-se inclusive, gostosas) do mundo. E ponto.

    Resposta

  29. Dona Lô
    jun 26, 2011 @ 15:24:38

    Bem, vamos lá… Eu sou bem redondinha. Nunca fui magrela, nunca tive o excesso doentio de peso, mas sou rechonchuda.
    Concordo com tudo o que o post disse, e também com quase que a maioria dos comments. Mas vejam bem: VIVO a realidade de ser uma mulher fora dos padrões. Sou feliz, namoro com um homem também fora do padrão de beleza masculino, mas SEI que não é fácil. Na prática, os caras acabam te preterindo quando notam alguém de cintura mais fina. Os discursos são sempre muito bonitos, ninguém quer admitir que se deixa influenciar pela estética que a mídia prega, mas na hora H, a galera fica até envergonhada (já presenciei isso) quando está de paquera com a gordinha.
    Claro, minha fala não generaliza, então parabéns para os que de fato estão se lixando prá sobrepeso!! Tomara que o bom senso de vocês contagie mitos outros!

    Resposta

  30. Diana
    jun 26, 2011 @ 21:16:54

    The woman curves are nowhere to a comeback, as long as the fashion dictates “andrógino” as the beauty standart. You just have to look at the models, nowadays there is even a blond guy rocking that look on catwalks…
    And for whom are they designing? For the consumer. So there is a high demand already.
    The only option is to break free of them all but then we have the magazines and many woman who will pressure us to be like them.
    But we woman love those magazines, eventhough they only feed us dreams and glamour that isn’t meant for the average woman.
    In someway we destroy ourselfs…
    It’s hard to be yourself in this world that pressures you to be someone else.

    Resposta

  31. Luiza
    jun 26, 2011 @ 21:32:18

    AI GENTE ! eu sou magra, nao consigo engordar, me deprime ler vcs falando que mulheres magras são ”palitos” e ninguém gosta .-. ah fala sério née! mulher é linda de qualquer jeito, gorda ou magra ! u.u

    Resposta

  32. Juliana
    jun 27, 2011 @ 08:07:24

    Apesar de geneticamente me encaixar aos padrões de magreza de hoje em dia, sempre achei mulheres mais cheias muito mais bonitas! Uma beleza mais sensual do a de hoje, que preza sempre pelo erotismo implícito em cada fotografia!

    Resposta

  33. porps
    jun 27, 2011 @ 23:09:50

    Trabalho em um Estúdio de Fotografia, aqui terceirizamos tratamento de imagens, então eu posso afirmar!! Mulher perfeita so na capa da playboy e naquele anuncio de lingerie…

    Ali tem muita maquiagem e photoshop… Sou extremamente a favor da beleza natural!!!

    Os defeitinhos dela/ele é o que faz ele ser especial, então, bora se preocupar mais com a Saude e com intelecto do que estar dentro de um PADRAO de beleza!!

    Resposta

  34. Bruno .
    jun 28, 2011 @ 03:10:38

    O que vale é a mulher ser feliz com o corpo que tem, não precisa ser perfeita, precisa é não ser completamente encanada, e não ser totalmente relaxada, sacas?

    Resposta

  35. Jéssica
    jun 28, 2011 @ 20:28:24

    Existe “photoshop” a muito tempo. Hoje em dia é exagero,.
    Para aparecer na revista tem que estar sem nenhuma ruga, pelanca, pneu, celulite … ou seja TOTALMENTE artificial.
    Acho que a questão de ser magra ou não vai de cada uma, tem mulher que se sente muito feliz sendo magrela assim como tem gordinhas que estão satisfeitas.
    Mulheres que querem seguir esses tais “padrões de belezas” (tanto faz se é anos 50′ ou atuais) , são pessoas que não tem amor próprio. Que vivem eternamente procurando ser uma coisa que elas não são, só para serem aceitas pelos outros ( Mulheres e Homens).
    Mas ainda assim existem aquelas que curtem ficar o dia inteiro na academia, que curtem ter uma barriga lisinha e tudo durinho.. não podemos critica-las também, gosto é gosto ué! .. Acho que não tem essa de preferir o padrão antigo ou o atual,
    o que importa é você estar Saudável sendo gordinha ou magrela, bunduda ou sem bunda e por ai vai.. se os outros não te aceitam dessa forma, eles que se fodam, pra que você vai querer ter pessoas assim perto de você? que seguem
    padrões impostos pelas mídias (tanto faz se é o de agora ou de antigamente) esses ou essas são pessoas totalmente sem opinião ou seja TOSCAS! :)

    Resposta

  36. mairazz
    jun 29, 2011 @ 21:37:09

    Sex appeal tem nada a ver com tamanho da calça que usa.

    É só a gente ver a Leila Diniz, que não tinha o corpo padronizado de hoje e é muito mais sexy que Gisele Bundchen e cia.

    Resposta

  37. alvarofaria
    jul 01, 2011 @ 01:23:54

    Palitinho só pra comer comida japonesa. rsrsrsrs
    Magrinhas e cheinhas tem seu charme peculiar. Mas aqueles esqueletinhos de passarela… não rola.

    Falando sério. Mulher “boa” mesmo, é essa aqui:
    http://www.fluvialacerda.com/index2.php#/home/

    Resposta

  38. Rafa
    jul 01, 2011 @ 20:33:39

    Essa neura de magreza delimita-se exclusivamente aos olhos das mulheres.
    Sou gordinha e os homens nunca reclamaram.
    Já as mulheres vivem falando dos meus pneusinhos pelas costas. –‘

    Resposta

  39. comandofemininoaty
    jul 01, 2011 @ 20:39:38

    Acho que a questão não esta entre: Gordinhas x Magrelas.
    Está entre: Gordinhas x Magrelas x Gostosas.
    Claro que entre uma mais cheinha e uma magrelíssima, eles escolhem a cheima. Mas vamos concordar que se der para um cara (sem generalizar, pois cada um tem sua opinião) escolher entre uma mulher sem silicone, com alguns pneuzinhos e tudo mais, e uma Panicat, qual que ele iria escolher? Essa é a questão..

    Casal, o post está como sempre maravilhoso.
    Sou cheinha, e com orgulho! =)

    Resposta

  40. ♥Anna♥
    jul 05, 2011 @ 05:53:41

    Sei bem como é ser ‘obesa’. Trabalhei em uma companhia de desfiles de moda, no camarim, e vestindo 42/44 eu era a obesa do grupo. Mesmo quem não era modelo vivia obcecado com o peso. O caso é que nunca fui magrinha, mas nunca fui gordinha. Eu sou o que mais se vê por aí pelas ruas: quadril largo, pouco seio, o corpo da brasileira. Meu noivo me ama assim. Mas é duro viver numa sociedade que odeia nossa corpo.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: